• Rogério

"Geographic Information Science and Systems", de Longley, Goodchild, Maguire e Rhind


Geographic Information Science and Systems (4.ª edição)

Paul A. Longley, Michael F. Goodchild, David J. Maguire e David W. Rhind [*]

Edição: 2015

Editora: Wiley

Páginas: 496


Atualmente, o uso eficaz dos vastos recursos e ferramentas da Informação Geográfica (IG) requer mais do que apenas acesso à tecnologia sofisticada para a solução de vários problemas ou necessidades que se deparam na nossa vida. Requer acima de tudo conhecimento da Ciência Geográfica que nos ajude a entender como o mundo funciona e nos ajude a criar procedimentos eficazes para facilitar a tomada de decisão.

Durante o Mestrado em Ciência e Sistemas de Informação Geográfica, na NOVA IMS, tomei conhecimento e foi facultado pela direção do curso o e-book deste livro. Posso dizer que serviu e ainda hoje serve como uma autêntica bíblia da IG. Foram várias as consultas que me capacitaram e me ajudaram a entender de que forma podemos analisar e a modelar espacialmente os dados, como comunicar e apresentar a Informação Geográfica segundo o público-alvo que queremos.

Esta edição foi revista e atualizada, fornece um verdadeiro guia com princípios científicos que possibilitam o uso eficaz da Informação Geográfica.


Índice | Geographic Information Science and Systems (4.º edição), 2015.



Prefácio [traduzido parcialmente]

"É um ditado antigo, mas verdadeiro, de que tudo o que acontece, acontece em algum lugar. Ao longo da história da Humanidade, a Geografia tem desempenhado um papel central em muitas tomadas de decisão, alguns dos quais são de vida ou morte, ou pelo menos têm grandes impactos estratégicos.

Nos últimos 50 anos, a tomada de decisão beneficiou enormemente do acesso à Informação Geográfica (IG), através da Ciência que a sustenta e a tecnologia de sistemas que a possibilita. A edição anterior deste livro foi publicada em 2011.

Desde então, nosso mundo mudou, em vários aspetos, drasticamente.

Muitas de nossas informações ocorrem agora por meio de dispositivos em vez de desktops, laptops ou papel. Os dados, o software e a Ciência abertos se propagam rapidamente. Praticamente todos os dados agora estão partilhados digitalmente e não em papel; afirma-se que mais dados são disponibilizados a cada dois anos do que toda a história humana passada..."


[*] Paul A. Longley: University College London, Reino Unido; Michael F. Goodchild: University of California, Santa Barbara, Estados Unidos da América; David J. Maguire: University of Greenwich, Reino Unido; David W. Rhind: City University London, Reino Unido.



Boas leituras geográficas 📚



Nota: Envia a tua sugestão de leitura para georden@gmail.com.

Para mais livros podes clicar no tag "biblioteca" ou aceder ao nosso perfil pinterest: pinterest.pt/geordenpins/livros



Sustenta o sustentável 🍀

Rogério Madeira

Geógrafo

Linkedin

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo