• Rogério

Ninho de Gaivotas ou uma Favela de Ricos?



Ó mãos alheias que não tendes consciência! Que construís refúgios em falésias, E albergais espécies migratórias indignas e egoístas!

Ó arribas imponentes e frágeis! Que deixais outros ninhos pousar, E revelais umas costas desgastadas e sofridas!

Ó águas salgadas que chorais! Que rebentais de tristeza contra a costa, E mostrais a vossa revolta e fúria!

Ó Lusitânia que não quereis ver! Que deixais meus sentidos indignados, E não lutais por este nosso litoral!

Gaivota, 23/out.06

Na verdade, logo que o meu olhar teve o privilégio de contemplar “tão linda paisagem”, veio-me logo à cabeça a pergunta: o que é isto? Um Ninho de Gaivotas? Ou uma Favela de Ricos? Assim, pensei: nas falésias encontram-se muitos ninhos e esconderijos de gaivotas mas nenhum é como este. Ao contrário do normal, de paus ou de lamas, este é feito de betão. Não pode ser um ninho de gaivotas! Ao mesmo tempo, pensei: será uma Favela de Ricos? O ricos encontrando-se marginalizados nas nossas cidades procuraram refúgio junto do mar atlântico e foram construindo as suas casas, uma a uma, desordenadamente criando o efeito de “Favela”. Será verdade? Não! Claro que não! A verdade chama-se Hotel Colina Sol. Está destinado a acolher todo o “tipo de espécie migratória de papo cheio”.

* O Hotel Colina Sol encontra-se na praia de Centeanes, perto do Cabo Carvoeiro (Algarve).


Sustenta o sustentável 🍀


Rogério

Geógrafo

Linkedin

Posts recentes

Ver tudo